DESAFIO 12 HORAS – PIRACICABA

No sábado do final de semana prolongado (29/04), fechando o mês de abril, aconteceu o DESAFIO 12 HORAS na Cidade de Piracicaba. Uma prova de corrida de pedestre, com opções de 12 horas solo ou equipes de 2, 4 ou 8 participantes, 6 horas solo e 3 horas solo.

IMG_3877

A prova foi realizada no Parque da Rua do Porto, um lugar que trás ótimas lembranças, pois além de um local muito agradável, foi aqui que aconteceram a primeira e a última etapas do Duatlhon em 2015, quando participei da Copa Interior e fui vice campeão na distância Sprint na categoria por idade, e esta competição me deu de presente grandes amigos e muitos momentos inesquecíveis.

DSCN6378

Logo que chegamos no Parque encontramos um painel muito grande com os nomes de todos os participantes desta edição e outro com os recordes de todas modalidades. Muito legal encontrar nossos nomes em uma competição. SHOW !!!

IMG_3860

A largada para o Desafio 12 horas aconteceu as 8:00 h da manhã quando eu ainda estava acordando, a largada do Desafio 6 horas foi as 14:00 h e o Desafio 3 horas que eu e a Marilda participamos teve a largada as 17:00 h para que todos terminassem as 20:00 h.

DSCN6369

No sábado saímos de casa rumo a Piracicaba, almoçamos no caminho e chegamos com tranquilidade para pegar o kit, nos prepararmos, tomar um açaí e ainda tivemos tempo para tirar uma foto com o Japa da Mania de Corrida, um cara muito animado e gente boa que levou suas equipes para este desafio.

DSCN6359

Eu e a Marilda largamos as 17:00 h, a Carol e a Débora ficaram de fotografas e bem tranquilinhas passeando no parque e no calçadão da Rua do Porto, mas fizeram várias fotos legais para nosso registro do evento.

A prova é dentro do parque, com o percurso 100% plano e um circuito de aproximadamente 1.250 metros. Este evento que foi organizado pela GAIA ESPORTES está de parabéns, próximo a linha de marcação de voltas havia uma área para os atletas, com muitas água gelada em copos fechados, isotônico, whey, açaí, banana, maçã, macarrão, batata cozida, cuscuz e pipoca, tudo isso a vontade, então não tinha desculpa para não fazer o melhor tempo e a maior distância. E na área externa para os atletas ainda tinha um equipe com massagistas para os atletas que precisavam. Realmente a GAIA fez um excelente evento e vamos participar das próximas edições deste Desafio e de outros eventos também.

DSCN6455

Foi muito legal correr neste circuito, vendo pessoas que já estavam correndo há 9 horas, equipes se revezando, os atletas das 6 horas ainda no pique total, a galera das 3 horas dando um animo a mais na turma que já estava suando há muito tempo. Como o circuito é curto estavámos a todo momento ouvindo as músicas e os anúncios do locutor, quebras de recordes eram anunciadas depois de 11 horas de provas e brindes eram sorteados para os atletas de hora em hora.

DSCN6422

Meu objetivo pessoal era fazer 25 km e estava mantendo um ritmo bom para esta distância, mas comecei a sentir câimbras na panturrilha, alonguei e fui levando, mas assim que completei 17 km ela chegou forte nas duas pernas e não dava pra correr mais, mas eu não fui para esta prova para participar da largada, fui para cruzar a linha de chegada com 3 horas de prova, então fui o resto do tempo na caminha.

A Marilda conseguiu manter um ritmo constante e me passou quando estava caminhando, como ela estava bem manteve o ritmo e seguiu, mas ficou me esperando a 10 metros da linha de chegada para passarmos juntos.

IMG_3878

Fechamos nosso Desafio 3 horas com exatos 20 km percorridos e a galera toda da organização e dos atletas fazendo uma grande comemoração. Esses 20 km colocou a Marilda no pódio, na terceira colocação na categoria por idade, ganhando uma medalha especial. PARABÉNS MARILDA MERECEU MUITO !!!!!!!!!

IMG_3872

Claro que nós não fomos ver a lista de classificação, então tiramos a roupa suada, colocamos uma roupa quente e fomos jantar bem próximo do local da premiação e quando estávamos jantando no restaurante ouvimos o nome da Marilda para ela comparecer no pódio para a premiação, então as vestimentas já não eram as mesmas usadas durante a prova.

IMG_3875

Ai meninas da WWW essa foto é para vocês todas se inspirarem e montarem suas equipes para participar desse evento em 2018 !!

IMG_3870

Agora é treinar e treinar para no próximo ano participarmos do Desafio 6 horas.

Veja nosso álbum de fotos completo: FOTOS

 

Publicado em CORRIDA DE PEDESTRE | Deixe um comentário

IGARATÁ 23 KM – 2017

No último domingo aconteceu na Cidade de Igaratá uma prova de trail run chamada IGARATA 23 KM, que desde o ano passado conta também com o percurso de 10 km, mas o evento é voltado para o percurso de 23 km que passa por paisagens lindas e o percurso mais longo tem um grande número de participantes, muito mais atletas correndo 23 km do que os que correm o percurso menor de 10 km.

IMG_3798

Em 2016 eu e a Marilda corremos os 10 km para conhecer o evento, o tipo de percurso e as dificuldades. Há um ano atrás também não estávamos fazendo distância de 23 km, então após participar do evento no ano passado já colocamos em nossas metas correr os 23 km em 2017.

Mais uma vez acordamos de madrugada pegamos tudo e todos e partimos com a Carol e o Bruno dormindo no banco de trás do carro. Saímos com o céu ainda escuro e na estrada pegamos bastante neblina. Chegamos a tempo de estacionar o carro próximo ao local do evento, pegar todos os acessórios, hidratação e suplementos para usar no percurso. O local da largada estava lotado de atletas esperando a buzina para a largada, com o clima fresco e muita neblina, o que significa sol de rachar quando a neblina passar.

DSCN6337

Deixamos a Carol e o Bruno no local do evento e partimos com a galera para os 23 km. Como sempre eu e a Marilda nos despedimos e cada um segue seu ritmo.

DSCN6338

O percurso é muito legal, não somente pelo visual, mas também pelo terreno, quase todo o percurso é em estrada de terra, alguns trechos pequenos em asfalto, mas sem trilhas. Uma subida bem forte dos 3 aos 6,5 km onde chegamos na maior altitude do percurso, com visual incrível. Como quase todos sobrem este trecho na caminhada sobra uns segundos para fazer algumas “selfies” para provar que chegamos ao topo.

IMG_3788

 

Logo depois do 6,5 km começa uma descida longa e fica difícil escolher o melhor lugar para tirar uma “selfie” porque a cada passo na subida e na descida o visual muda mas continua merecedor de uma foto.

IMG_3790

Depois deste trecho corremos por vários kms ao lado da represa e o visual com a água é muito agradável e lá vai mais uma paradinha para outra foto e uma respirada mais demorada.

IMG_3796

Quando chegamos no ponto de hidratação no 13 km ficamos sabendo que tinha acabado a água e que teria água no próximo ponto de hidratação no 17 km. Mas ao chegar no 17 km recebemos a infeliz notícia que a água também tinha acabado. Aquela neblina da largada já tinha desaparecido há muito tempo e o sol estava rachando a bastante kms. Eu ainda tinha um pouco de água, mas iria precisar de mais para chegar ao final. Logo depois do 17 km em uma casa simples na estrada de terra uma senhora, seu esposo e sua filha estavam com muito boa vontade enchendo as garrafinhas dos atletas com água e gelo, parei , esperei minha vez e recebi minha garrafinha cheia e uma generosa pedra de gelo dentro, que foi uma salvação para conseguir terminar a prova.

Quando cheguei no 20 km, depois de subir muito, e descer bastante também com o sol muito quente, eu quebrei, mesmo usando gel e cápsulas de sal ainda estava precisando de um pão com queijo. Deste ponto até a linha de chegada fiz caminhando. Quando estava na última subida, já nos fundos do campo onde estava a linha de chegada, ouvi um grito cansado me chamando, olho para trás e era a Marilda que tinha me alcançado. Completamos o resto do percurso caminhando e com aquela corridinha na reta de chegada para aparecer bem nas fotos, cruzamos a linha de chegada juntos com 3h 39 min de prova.

DSCN6346

Esta foi nossa prova mais longa !!!! E temos mais um ano para treinar e além de baixar este tempo, conseguir fazer a prova sem ter de caminhar nos kms finais. Ficamos muitos felizes de completar mais este desafio e de nos superarmos mais uma vez, juntos !

DSCN6347

FALTA DE ÁGUA NOS PONTOS DE HIDRATAÇÃO – Já participei de algumas provas de ciclismo que isso aconteceu também, algumas relatadas neste blog. Essas provas onde este infeliz evento acontece nunca é a prova inaugural do evento o que justificaria a falta de experiência, acontece em prova que já tem anos no calendário de competição, então acho que para iniciar uma conversa isso é no mínimo uma incompetência de quem é responsável por abastecer os pontos de hidratação, se este for o caso, este incompetente que coloca a integridade de centenas de atletas em risco deveria ser retirado desta responsabilidade. Mas, vamos dizer que houve um grande número de piratas malditos, calor de 50 graus aumentando o consumo em muitas vezes ou outro acontecimento que podemos não conhecer, neste caso a organização deve estar preparada para uma ação rápida, além de monitorar o consumo e não deixar acabar para tomar uma ação, mas uma ação rápida de reabastecimento nos pontos de hidratação solucionaria isso sem gerar problemas para os que pagaram a inscrição imposta pelos organizadores (cobrança que deve existir).

A organização do IGARATÁ 23KM colocou uma kombi com garrafão de água indo do fim para o inicio do percurso, mas quando parava muitos atletas precisavam de água e do momento que  passei pelo 13 km que não tinha água até encontrar essa kombi passou mais de uma hora correndo, e quem estava sem água no 13 km ? Muita falta de responsabilidade !

Muitas competições de corridas e trail runs distribuem água nos pontos de hidratação em garrafões de 25 litros, usando o argumento de não sujar e conservação ambiental, mas eu realmente acredito que isso é conversa, o real motivo é diminuir o custo e aumentar o lucro, pois sabemos que o mesmo volume de água distribuídas em copos tem um custo muito maior.

Nas competições de MTB a hidratação tem de ser distribuídas em copos com tampas, pois segundos parados podem significar diferença no pódio, e os percurso de 50km, 70 km, 90 km em trilhas são verificados pelos organizadores depois da prova e todo lixo é recolhido de todo o percurso. Mas, se eu estiver errado no meu julgamento e tudo foi um infeliz incidente, então tenho certeza que a organização do evento irá enviar e-mail a todos inscritos que largaram na prova pedindo o número da conta para devolver parte do valor da inscrição como compensação pelo acontecido. E ai você que participou da prova já recebeu este e-mail ? Recebeu um pedindo desculpas pelo acontecido por e-mail ou saiu algo no site ? AH TÁ !!!

 

Publicado em TRAIL RUN | Deixe um comentário

MEIA INTERNACIONAL DE SP – 2017

No domingo (19/02) aconteceu a Meia Maratona Internacional de São Paulo, com largada no Estádio do Pacaembú. O percurso interessante, passando pelo antigo Minhocão na ida e volta, Praça da República, Largo do Arouche e a região da Barra Funda, percurso bem diferente do anunciado no site do evento.

dscn6279

Nesta prova a Marilda não “conseguiu” fazer inscrição, as vagas já tinham esgotadas quando ela iria fazer. Quando fiz a minha não havia mais vagas para os 5 km e não pude fazer a inscrição dela porque ela tinha um cadastro separado. Normalmente eu participo das corridas de pedestres para fazer companhia para a Marilda, mas nessa ela que foi como companhia.

Como sempre madrugamos, nos preparamos, pegamos nossa amiga Gi no caminho e seguimos todos com sono para o Estádio do Pacaembú. Como era o primeiro dia sem o horário de verão já estava bem claro quando chegamos e a largada as 7:00 h já seria no sol quente.

dscn6275

Não tivemos tempo para um aquecimento e uma preparação psicológica e aquela seção de fotos, desta vez a Marilda foi nossa fotografa oficial, porque ficamos mais de 20 minutos na fila do banheiro químico. Fiz o que tinha de fazer e já seguimos para a largada, afinal tinhamos mais de 21km para aquecer e fritar no sol.

dscn6280

Essa foi minha segunda meia maratona e tinha como objetivo o tempo de 2:30 h para este percurso que tinha algumas subidas, descidas, planos e muito sol. A temperatura estava em 34 graus mas a hidratação a cada 2,5 km com água gelada ajudou bastante. Consegui chegar no km 5 em 28 min, no km 10 em 1:08 h, mas percebi que meu tempo iria passar um pouco do meu objetivo.

dscn6318

Nos últimos dois km meu ritmo caiu bastante, e dois de percorrer 21 km cheguei em uma placa informando que ainda faltava 1 km. Terminei a distância de meia maratona em 2:37 h e a prova que tinha um pouco mais em 2:42 h. Nesta prova fiz o melhor que consegui, gastei tudo que tinha e cheguei bem cansado.

dscn6321

Meu objetivo é terminar uma meia abaixo de 2:30h para poder aumentar a distância e poder evoluir para maratona que é meu objetivo para o próximo ano. Mas fiquei muito contente por terminar a prova sem dores no joelho e apenas com umas fisgadas na panturrilha. Mais uma medalha para a coleção, mas faltou a Marilda com uma medalha deste evento também.

dscn6324

Mais fotos da nossa fotografa Marilda no link https://www.flickr.com/photos/126692583@N08/albums/72157680560161016

 

Publicado em CORRIDA DE PEDESTRE | Deixe um comentário

MORRO DO SABOÓ – Corrida de Montanha MESMO !

No domingo 29/01 eu e a Marilda fechamos o mês de janeiro com nossa primeira corrida de montanha. Importante ressaltar que não foi uma TRAIL RUN e sim uma corrida de MONTANHA.

img_3551

Fizemos nossa inscrição por ser uma prova em São Roque, pertinho de casa, no percurso de  12km (hard) e imaginávamos que seria um trail run difícil, mesmo assim fomos preparados para uma prova dura. Levamos mochila de hidratação com água gelada, gel e fomos com tênis para lugar bruto. Mas não tinhamos ideia de como poderia ser o percurso, porque nunca tinhamos ido ao Morro do Saboó, então tudo seria novidade, mas estávamos determinados e isso é mais que suficiente para terminar qualquer prova !

img_3554

Domingo acordamos cedo, tomamos café, nos preparamos e seguimos para o Morro do Saboó, onde deixamos o carro no estacionamento que devia ser somente para 4 x4, isso já era um prenuncio do que seria a prova. Tivemos tempo para todo preparativo pré competição e tirar aquela foto no mural do evento, que mostrava uma foto do Morro do Saboó e que teríamos de respeitar e vencer esse adversário gigante.

img_3559

A largada dos 12 km (hard) foi a primeira as 7:40 h, logo na saída do pesqueiro já tinha uma subida forte, mas era só para aquecer, seguimos até uma estrada de terra com percurso tranquilo até o km 2, onde havia o único ponto de hidratação na entrada do Morro do Saboó, depois deste ponto começava a subida em trilhas onde a caminhada era o único recurso. Conforme ganhávamos altitude a vista ficava mais linda e o percurso mais inclinado e mais difícil com muita erosão e pedras.

img_3564

Chegando ao topo, onde é a referência do Morro do Saboó e as pessoas sobem para ver a paisagem e tirar fotos sentados na pedra e outros acampam neste lugar (não entendo o propósito de acampar lá, mas). Achávamos que este ponto seria o mais alto e o mais difícil para transpor, por isso até parei para tirar uma fotos. Mas, este ponto não era o mais difícil que iríamos passar, na verdade era a subida mais fácil comparando com as próximas que estavam nos esperando alguns kms a frente.

img_3583

Depois deste ponto que todos que visitam o Morro do Saboó conhecem, pegamos uma descida bastante técnica e longa, entramos em uma longa trilha plana e estreita com muitas pedras e buracos, mato muito algo e a trilha de 30 cm para pisar, fora disso era buraco coberto com mato, atenção total.

Assim que deixávamos a mata chegamos em uma descida longa, técnica e alucinante. que terminava em um córrego, mas para descer ao córrego tinhamos que vencer um barranco antes e depois da água e ajudar quem precisava. Depois era uma subida muito técnica e inclinada que nos levava a outra trilha estreita.

img_3578

Mais uma vez uma descida ainda mais técnica e mais inclinada e mais alucinante, onde muito caíram e desceram escorregando, outros foram sentados e usando o mato como corda. Isso nos levava a outro córrego difícil de transpor e ai sim uma subida que não tem como descrever, uma verdadeira montanha, super técnica e muito inclinada. Essa subida fica entre o km 7 e km 8, parei 3 vezes no meio dessa subida para respirar, na parte final da subida tinha uma corda para ajudar na mais mais inclinada deste km que fiz em 19 min.

img_3579

Depois de passar essa subida pegamos novamente aquele trecho de trilha plana e longo, chegamos em uma longa descida técnica e estreita até a entrada do Morro no ponto de hidratação. Chegando ali sabíamos que tinhamos superado o Morro do Saboó e só faltavam 2,5 km até a linha de chegada em um percurso normal.

Chegando no pesqueiro cruzamos a linha de chegada, eu em 2:21 h e logo depois a Marilda com 2:58 h. Pegamos nossa merecida medalha com o desenho do temido Morro do Saboó, água, umas bananas e ficamos sentados no chão por um tempo para recompor nosso corpo depois de ter feito tanta força nesses 12 km.

img_3582

Essa foi a prova mais difícil que nós participamos, mas completamos ! Foi sem duvida uma superação para nós e uma prova que curtimos muito. Que venham outras provas de montanha, mas acho que temos de ficar por um tempo no percurso de 12km porque não é fácil não.

Parabéns Marilda !!!!

Publicado em TRAIL RUN | Deixe um comentário

CORRIDA RÚSTICA DE INDAIATUBA

Neste domingo (15/01/17) aconteceu a primeira Corrida Rústica de Indaiatuba, uma Trail Run com opções de 3km, 6km e 12km e claro que eu e a Marilda corremos o mais longo de 12 km.

A corrida foi na Rota dos Cavaleiros que fica próxima ao Parque Ecológico de Indaiatuba, um percurso muito legal para correr e treinar, altimetria bem tranquila, com vários ciclistas e sem cachorros e vacas correndo atrás da gente.

Eu e a Marilda levantamos muito cedo pra chegar no local da prova e ainda pegar nossos kits, comer uma fruta e nos prepararmos para suar. Quando saímos de casa estava uma neblina muito intensa e isso significa sol de rachar o cucurucu !!!!

Chegamos no local do evento, achamos fácil um local para estacionar e fomos nós para a fila do kit e encontramos os queridos amigos Deko e Andréia que estavam muito animados como sempre. É muito agradável estar com eles, nos divertimos muito e o tempo fica curto quando estamos juntos. Mais uma vez ficou faltando o André e a Júnia !!!

img_3497

Bom, depois de nos prepararmos fomos para a linha de chegada e largamos todos juntos. O Deko logo achou um caminho pela lateral e disparou na frente, eu fui atrás até sair da muvuca da largada e deixamos as nossas meninas para trás. Como meu despertar nesta manhã tinha sido acompanhado de uma diarreia achei melhor levar uma caraminhola com água gelada, porque estava muito quente e tinha que repor muito líquido.

Acho que a pedalada de 100km um dia antes e a diarreia pela manhã me deixaram um pouco fraco e achei melhor não puxar muito e segui em um ritmo mais tranquilo na ida, deixando para puxar um pouco mais na volta. Perto do km 3 encontrei o Fernando da FBR com a galera de MTB que iriam fazer o reconhecimento do percurso PRO da FBR Indaiatuba (prova show!!!), parei para dar um abraço no Fernando e segui, afinal era uma competição.

IMG_3501.JPG

Depois de 12km e vários copos de água terminei a prova em 1:22 h  e depois de 4 minutos a Marilda cruzou a linha de chegada onde o Deko e a Andréia estavam esperando por nós.

img_3504

Esta foi nossa primeira prova de 2017, iniciamos nosso ano de competições com o pé direito. Esta prova foi uma preparação para os 12 km do Morro do Saboó ainda este mês e as próximas competições de Trail Run para este ano que vai gastar muito tênis no asfalto e na terra.

 

Publicado em TRAIL RUN | 1 Comentário

ROTA DO SAL – Pedal de Speed

mais informações em breve !

 

Publicado em Sem categoria | Deixe um comentário

São Silvestre 2016 – A Segunda

Depois de participar de nossa primeira São Silvestre no final de 2015, eu e Marilda decidimos participar desta prova para fechar o ano, e para fazer parte deste evento logo que as inscrições foram abertas já garantimos nossa inscrição para não ficar para última hora e correr o risco de não conseguirmos participar.

Mesmo sabendo que o dia seria longo e dormiríamos tarde porque estaríamos com nossas famílias comemorando o reveilon em nossa casa, acordamos cedo, nos preparamos, tomamos café e saímos muito animados rumo ao nosso último evento do ano.

img_3429

Deixamos o carro no caminho e chegamos de metro na Avenida Paulista que estava lotada de corredores e pessoas que vão acompanhar ou mesmo ver essa linda festa que fecha o ano para quem gosta de corrida. Como no ano anterior tinha fila para usar o banheiro químico, mas tudo organizado e com todos no mesmo espírito que nós, que este evento é para festejar, então as filas e a quantidade de gente deixa de ser um problema e passa a ser mais um detalhe desta grande festa.

img_3430

Desta vez não saímos no último pelotão, ficamos no pelotão laranja, um pouco mais a frente. No que isso faça diferença, mas demoramos apenas 10 minutos para cruzar a linha de largada e iniciar nossa prova.

img_3431

Durante a prova encontramos várias amigas de treino da Marilda, várias meninas da WWW Women With Wings participaram usando um par de asas brancas com penas nas costas durante o percurso. Muito legal encontrar a Ana, Gi e todas as meninas que estão sempre muito animadas nas competições.

Depois de passar muito calor no percurso, correr, caminhar, trotar e subir a Brigadeiro para fechar o percurso, cruzamos a linha de chegada em 2 h 17 min, tempo um pouco maior que do ano passado, mas a São Silvestre para nós não é uma competição para baixar tempo ou mesmo para colocar objetivos. Este evento para mim e para a Marilda é para fechar o ano com um evento de esporte, uma festa, onde corremos juntos todo o percurso. Este evento representa o que passamos durante o ano, dificuldades, alegrias, felicidades, mas sempre juntos durante todo nosso “percurso”, sempre um apoiando o outro seja qual for a situação. Que venha 2017 JUNTOS !!!!

img_3433

 

Publicado em CORRIDA DE PEDESTRE | Deixe um comentário